O DESTINO DE UMA NAÇÃO

Com a Grã-Bretanha à beira de perder a guerra para a Alemanha, Winston Churchill sofre pressão para fazer um acordo com Hitler para estabelecer o estado como parte do território do Terceiro Reich, mas resiste à pressão. É com o roteiro escrito neste período sombrio da história que este filme ganha o público.

A direção não é perfeita, pois a montagem tornou o filme lento nas duas primeiras partes, mas ganha fôlego em seu 1/3 final.

Mas claro que isso não atrapalha em nada a excelente atuação de Gary Oldman, que está irreconhecível no papel, e nos deixa presos à tela durante as 2h e meia de filme. A reconstituição de época é outro trunfo da trama, assim como a bela fotografia.

Para quem gosta de filmes que retratam a história do mundo, é um prato cheio.

“Belamente filmado, inteligentemente escrito, temperado com um leve e ousado nonsense, “O Destino de uma Nação” fecha o ano ao lado de outros filmes incríveis sobre o mesmo assunto […] e termina com imensa e agradável elegância”. Washington Post

1451307.jpg-r_648_960-f_jpg-q_x-xxyxx

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s