EXTRAORDINÁRIO

Não há como não se emocionar, não há como não refletir e, acima de tudo, se identificar com algum (ou mais de um) dos personagens.

O filme é uma adaptação do livro homônimo do escritor R.J. Palácio, tocando em assuntos importantes como a síndrome de Treacher Collins, o bullying e as marcas carregadas por cada um de nós durante a vida. Auggie é observado o tempo todo por sua aparência, sendo julgado por isto e não pelos seus valores, com sua ida para a escola as diferenças vem mais à tona e provoca mudanças significativas para ele e aos que vivem seu universo.

De forma madura e sem apelações, o tema bullying é abordado mas algo mais é colocado de forma magistral no roteiro, a comparação com os problemas de cada um dos outros personagens traz a delicadeza necessária para percebermos que todos temos dificuldades e que somos parte de um todo, o que traz a conexão entre o filme e o espectador.

As atuações são mágicas, onde nitidamente percebe-se a entrega dos atores, tudo bem administrado pelo diretor Stephen Chbosky, pela trilha e fotografia lúdicas.

Destaque para as alusões ao Brasil, o que faz os patriotas ficarem mais emocionados com o filme.

“Extraordinário é aquela coisa rara, um filme de família que se emociona e diverte”. New York Times

PicsArt_12-10-08.01.54

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s