CHURCHILL

Um olhar sobre a importância de Winston Churchill na dia “D” para o fim da Segunda Grande Guerra. A data era junho de 1944, e as forças aliadas estão organizando um enorme exército no sul da Grã-Bretanha, com o intuito de recuperar o território europeu ocupado pelos nazistas. Por detrás da figura icônica e dos discursos inspiradores, está um homem que já enfrentou a humilhação política, o fracasso militar e até um problema na fala.

O personagem elaborado pelo excelente ator Brian Cox mostra a essência deste homem de gênio forte, intragável nas relações humanas e assombrado pela memória, justamente para não repetir o erro vivido por ele na batalha de 1915 em Galípoli na Primeira Grande Guerra. 

O filme passa e os espectadores criam a ligação necessária para desenvolver a empatia pelo homem forte e frágil ao mesmo tempo, compreendemos suas preocupações e justificamos internamente suas atitudes. Os coadjuvantes, vividos por Miranda Richardson, John Slatterry e Ella Purnell contribuem muito para essa interação, os atores estão em perfeita sintonia e todos brilham no filme.

Outro ponto é a reconstrução de época, trilha sonora e fotografia, as quais ajudam o diretor a criar o clima e ângulos impressionantes para esta história.

“Cox empenha-se em interpretar o primeiro-ministro com fidelidade extrema – ganhou 10 kg e rapou o cabelo, além de treinar sua peculiar dicção –, dispondo de um roteiro que lhe oferece uma grande gama de contradições de seu famoso personagem”. Cineweb

churchill-2017-poster-3

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s