UMA FAMÍLIA DE DOIS

O belo Samuel, é um homem solteiro e despreocupado que se descobre pai inesperadamente, porém ele não tem os nove meses de gestação para se preparar para a nova fase. A notícia chega em um dia de sol, embalada em um cobertor: Glória, sua filha, já nasceu – e é fruto do breve relacionamento com Christine, uma mulher que ele pouco conhece. A partir de agora ele precisa enfrentar este desafio e amadurecer rápido para viver esta nova fase.

Omar Sy é um show de carisma, não importa seu papel, ele tem o dom de encher a tela com sua grandiosidade artística. Mas o elenco coadjuvante também é muito bom, onde a pequena Gloria Colston se destaca pela sua tranquilidade em frente às câmeras e excelente atuação em inglês e francês. Há também o divertido personagem gay, que dá leveza a trama, aqui vivido por Antoine Bertrand.

O filme é um remake do filme mexicano “Não Aceitamos Devoluções” de Eugenio Derbezo, adaptado desta vez pelo diretor francês Hugo Gélin. Aqui há nitidamente alguns problemas de roteiro e montagem, pois existem muitas mudanças da comédia ao drama, inserções confusas de informações, mas a mensagem geral, que é a mudança do conceito de família é muito bem apresentada e fortalece o interesse do espectador.

“Apesar dos consideráveis deslizes, Uma Família de Dois vale o ingresso e contraria as expectativas sobre o desempenho dos remakes”. Folha de São Paulo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s