NEGAÇÃO

Uma luta jurídica real sobre a veracidade do Holocausto na década de 1990, justamente entre a escritora Deborah E. Lipstadt para provar uma verdade histórica contra David Irving, que a acusa de difamação por declarar que ele não acredita na existência deste horror mundial. Não há mais que 3 fotos do que acontecia nos campos, houve uma preocupação do Reich de não documentar, pois sabiam que onde não há provas cabais ficará sempre a dúvida. De uma forma surreal, devido aos contornos das leis britânicas, a escritora precisou comprovar que o Holocausto realmente aconteceu, mesmo tendo a história a seu favor.

As interpretações são tão fortes que não há como não ter raiva do personagem real David Irving,vivido por Timothy Spall, que se mostra um neo-nazista, racista, misógino e extremista odiável. Já a personagem Deborah é interpretada no tom certo pela oscarizada Rachel Weisz.

A direção de Mick Jackson é firme e fiel a um roteiro que quer mostrar os detalhes e não deixar o público com dúvidas do que ocorreu à época, isto de reflete na sensata montagem que claramente apresenta clareza dos fatos, o que fez com que o filme fosse premiado com o Bafta.

“É um daqueles filmes que, com simplicidade e clareza, traz um recado aos nossos tempos, e por isso é importante de ser assistido”. Observatório do cinema

522570.jpg-c_215_290_x-f_jpg-q_x-xxyxx

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s