MANCHESTER À BEIRA-MAR

Um filme solitário,vivendo dentro da agonia de seu personagem principal, que tem a excelente e premiada atuação de Casey Affleck. Sim, este ator entrou intensamente nos meandros mais profundos da personalidade de “Lee”. Manchester à Beira-Mar é um drama emotivo que conta a história de um tio, obrigado a se tornar pai, cuidando do próprio sobrinho, após a morte de seu irmão,tudo envolto em uma história pessoal movida por egoísmo, imaturidade, culpa e dor.

Engana-se quem acha que este filme tem cenas de choro fácil, pelo contrário, ele é lento, ele incomoda quem o assiste. Sua mensagem vem de forma fechada em cada take, tudo isso para representar a amargura de Lee. A direção de Keneth Lonergan é perfeita, pois consegue fazer o espectador entender o que é passado e o que é presente, além de trazer uma bela fotografia e trilha sonora.

As atuações dos coadjuvantes estão de parabéns, o sobrinho, o irmão, mas principalmente, a da ex-esposa, vivida pela ótima Michelle Williams, que em pouco mais de 5 minutos consegue nos levar à emoções intensas.

“Há algo shakesperiano no escopo da trama e nas emoções universais que são retratadas”. Chicago Sun-Times

353598-jpg-c_215_290_x-f_jpg-q_x-xxyxx

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s