LA LA LAND – CANTANDO ESTAÇÕES

LA LA LAND só tem uma definição: INCRÍVEL.

O filme pode ser definido como uma grande ode ao amor, o amor entre pessoas, o amor pela carreira, o amor por Hollywood, enfim, o amor em qualquer esfera. Dois jovens tentam fazer o relacionamento amoroso dar certo enquanto perseguem fama e sucesso.Nesta reflexão sobre o amor alguns aspectos pertinentes a este sentimento são discutidas como o companheirismo, a compreensão e a doação.

Os musicais estavam meio esquecidos pela grande indústria, porém este filme é um marco e ira redefinir o gênero. A inspiração do diretor é clara, os grandes musicais do cinema dos anos 1930, 1940 e 1950, do tipo “Cantando na Chuva”. Como nos musicais de antigamente, os números são espaçados, letras das canções bem formuladas e músicas com qualidade nas melodias. Não há cantoria o tempo inteiro e a maioria das cenas de dança foram registradas em locações reais, conforme conta a equipe do filme.

As atuações são primorosas e realmente merecedoras dos prêmios que vêm recebendo, Emma e Ryan dão uma grande aula de interpretação (a cena final não sai da cabeça até agora). A fotografia e iluminação merecem destaques, tudo muito alegre e elegante, o que faz ressaltar ainda mais o patamar diferenciado deste filme.

“Romântico, exagerado, divertido, La La Land – Cantando Estações é um filme obrigatório”. Adoro Cinema

011224.jpg

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s