A LUZ ENTRE OCEANOS

Acima de tudo, esta história fala sobre perdão e compreensão. Para alguns o filme poderá soar muito dramático, porém muito próximo da obra literária de mesmo nome. O fato é que o diretor entregou uma história fiel e verdadeira ao espectador. Nada é demais no texto ou atuações, tudo foi efetuado na medida certa.

Tom Sherbourne, zelador de um farol, e sua mulher, Isabel vivem isolados em uma ilha na costa Oeste da Austrália. Ao descobrirem uma bebê náufraga em um bote à deriva, decidem adotá-la sem avisar às autoridades. Mas à medida que a criança cresce, seus novos pais descobrem as consequências de assumir uma criança como sendo sua, especialmente após conhecerem a verdadeira história dela.

A fotografia e trilha do filme se destacam nesta história muito bem interpretada por Michael Fassbender, Alicia Vikander e Rachel Weisz, aliás o elenco é visceral nas atuações, deixando fácil o trabalho do diretor. O filme não é nada previsível no seu desenrolar, mais uma prova de que mantendo-se a essência do livro, se consegue fazer uma bela adaptação para o cinema.

“Você vai precisar de um pouco de paciência para saborear ‘A Luz Entre Oceanos’, mas definitivamente há muita confiança na condução é o filme é ótimo de se assistir. A obra te coloca em uma espécie de transe”. The Guardian

086160-jpg-c_215_290_x-f_jpg-q_x-xxyxx

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s