O SILÊNCIO DO CÉU

O filme inicia com uma cena bem forte do estupro vivido pela personagem principal da trama, o que notamos causar desconforto nos espectadores. Diana está sendo violentada por dois homens dentro de sua própria casa quando o marido, Mario, chega em casa e vê da janela a violência, porém fica paralisado pelo medo e nada consegue fazer. Daí em diante é que a trama se desenrola como um trailer psicológico e de suspense.

O silêncio entre os dois protagonistas é perturbador, o qual o diretor consegue salientar na trama, e permanece assim durante toda a história. Cada um a seu modo busca compreender os motivos desta reação, de um lado temos a insatisfação amorosa, do outro temos o medo e insegurança. Tudo muito bem amarrado pelos detalhes em cena, como uma pedra colocada na mesa, que fica sempre na mesma posição, e ninguém fala sobre o assunto.

É um filme de suspense, com características bem latinas e que consegue incomodar de forma sutil. Os atores e diretores não fizeram um experimento, mas um trabalho rico e com fórmulas teatrais de narrativa para atrair a atenção.

“Este foi sem dúvida um dos melhores filmes do Festival de Gramado deste ano. […] Uma realização muito segura para contar uma história de suspense, onde brilha todo o elenco, inclusive a normalmente atriz de TV Carolina Dieckman”. Rubens Ewald Filho

430541-jpg-c_215_290_x-f_jpg-q_x-xxyxx

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s