OS SENHORES DA GUERRA

Mais uma vez os gaúchos se destacam no cinema nacional com um épico. O drama de época Os Senhores da Guerra reconstitui a história real de dois irmãos gaúchos (vividos por André Arteche e Rafael Cardoso) que lutam em lados opostos na Revolução de 1923, no Rio Grande do Sul, um folhetim vistoso e com produção cuidadosa.

Tabajara Ruas evolui como diretor nas cenas de batalha, conseguindo suplantar qualquer tipo de limitação para entregar convincentes conflitos, e a direção de arte mantém-se primorosa, cheia de detalhes e esmero. Os Senhores da Guerra pode ter alguns problemas de roteiro, mas possui qualidades que merecem ser destacadas como as belas paisagens gaúchas e a pegada épica que Tabajara Ruas dá ao seu filme são predicados incontestáveis. Além de mostrar ao público um trecho importante da história do nosso com as lutas bem ensaiadas e o preparo dos atores, que se viram muito bem em cima dos cavalos, são detalhes que impressionam.

450235.jpg-r_1920_1080-f_jpg-q_x-xxyxx.jpg

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s