ÚLTIMOS DIAS NO DESERTO

Livremente baseado no Velho Testamento, Jesus Cristo viaja sozinho pelo deserto durante 40 dias de jejum e oração. Nessa jornada, ele enfrenta a personificação do Diabo, que põe em dúvida o amor de Deus, em um dramático teste de sua fé. Assim é a história que se apresenta neste filme.

O diretor Rodrigo Garcia (filho de Gabriel Garcia Marquez) optou por não falar o nome de Jesus, de certa forma isso lhe causava desconforto devido aos seus dogmas religiosos, chama-o apenas de “homem santo”, traz a tona o questionamento espiritual da solidão e também o peso da figura do diabo para a religião católica. Aqui o homem santo vive uma busca por saber quem ele realmente é, um verdadeiro passeio pela mente de Jesus.

A fotografia, direção e atuações estão em perfeita sincronia, Ewan McGregor se destaca pela a intensidade com que se entrega ao papel, mostrando mais uma vez o bom ator que temos em cena. Porém há quem possa achar o filme cansativo, justamente pela complexidade psicológica do texto, por isso vá preparado para pensar e não apenas para se entreter.

“Últimos Dias no Deserto é uma meditação inteligente e bela sobre pai e filhos (e sobre o Pai e o Filho) que se desenvolve de maneira lenta, mas nunca entendiante”. The Guardian

ultimos-dias-no-deserto

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s