AQUARIUS

Polêmicas à parte, as quais não nos importam quando o assunto é cinema, vamos falar sobre um dos únicos filmes brasileiros bons  de 2016.

Neste filme a Sônia Braga brilha e atua como há muito não acontecia, o papel foi feito especialmente para ela. Aqui interpreta Clara, que mora de frente para o mar no Aquarius, último prédio de estilo antigo da Avenida Boa Viagem, no Recife. Jornalista aposentada e escritora, viúva com três filhos adultos e dona de um aconchegante apartamento repleto de discos e livros, ela irá enfrentar as investidas de uma construtora que tem outros planos para aquele terreno: demolir o Aquarius e dar lugar a um novo empreendimento.

Há 3 pontos que ressaltamos, ele tem uma continuidade perfeita, o que te ganha pelos detalhes, uma direção que te deixa preso do início ao fim da história e um roteiro que é bem maduro (tiraria apenas as cenas de sexo, pois não fazem diferença na história). O final é algo surpreendente, uma metáfora que aflora dentro das entranhas da sociedade brasileira e com a certeza de fazer refletir os espectadores.

“Teria o filme sido construído já com essa mensagem de resistência em mente? Talvez não, mas o fato é que o momento ajudou, em muito, a transformar um drama mediano numa das obras mais comentadas do ano no país”. Guia da Semana

Aquarius_(filme)

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s