DOCE VENENO

Os filmes franceses cada vez tomam mais espaço, não apenas nos dramas já conhecidos, mas também em comédias bem feitas. Neste filme não seria diferente.

Como dizem por aí, você já viu essa história antes, mas o sotaque francês, acredite, faz toda a diferença. Os amigos Laurent e Antoine vão passar férias numa cidade praiana, cada um na companhia de sua filha adolescente. O que era para ser um leve descanso, se torna uma situação complicada para Laurent quando a filha de Antoine começa a dar em cima dele. Confusão armada e diversão garantida!

O roteirista e diretor desta história é Jean-François Richet, que brinca com a sociedade moderna e mostra a mulher em estado de conquista em noite de lua cheia, contra um homem que tenta fugir de suas garras. Apresenta um pai antiquado nos pensamentos com sua filha, mas totalmente desligado em seu próprio casamento. Do outro lado há um pai liberal na relação com sua filha, mas totalmente “careta” com sua própria vida. Esse é um jogo que dá certo em cena.

Outro destaque é a fotografia para a passagem da história, a costa da Córsega, que apresenta mar e montanhas em planos abertos para deixar à todos com vontade de estar lá.

“A refilmagem adentra de vez na comédia, mesmo na farsa, com seus dois astros atuando com talento, inclusive nos momentos de excessos. Isso confere vitalidade a um roteiro calculado demais e um pouco mecânico”. Télérama

358877.jpg-c_215_290_x-f_jpg-q_x-xxyxx

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s