OS 33

Não tem como esquecer uma tragédia, ainda mais essa a qual grande parte do planeta acompanhou tudo ao vivo e em tempo real.

O filme “Os 33” surpreende pelo gigantismo de seus cenários, onde foi remontada a estrutura interna na mina, com suas diversas cavernas que serviram de cômodo para aqueles habitantes temporários.  Destaque para a cena em que tudo desmorona, pois consegue envolver com a tensão inerente ao ocorrido.

Mas cabe a Rodrigo Santoro dar vida ao lado político, e até o emocional, da situação, ele está no papel do Ministro da Energia Chileno, Laurence Golborne, que além de ter coordenado o resgate, serviu de relações públicas do evento.

Juliette Binoche contracena com Santoro em uma das sequências mais marcantes, quando Maria Sepúlveda, familiar de um dos mineiros, dá um tapa no rosto do ministro. Não porque é um tapa, mas porque ele é simbólico, ali marca a virada do personagem e sua transformação. É neste momento especial da trama que o governo começa a entender que as pessoas são o que realmente importa e não sua imagem perante o mundo.

Uma curiosidade, O tapa que o ator leva é de verdade. Rodrigo está em um de seus papéis mais marcantes, até agora, em Hollywood.

“Um filme emocionante (…) a combinação de interesse humano e uma pitada de estrelas no elenco geram interesse por esse conto de sobrevivência que vai contra todas as probabilidades”. Screen International

0506f7e99ccc886a2e2f977708283230_XL

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s