LUGARES ESCUROS

O que acontece com os sobreviventes de tragédias? Essa parece ser a questão de Gillian Flynn em Lugares Escuros.

Por essa lógica, Libby Day (Charlize Theron), não é uma sobrevivente, mas uma vítima. A verdade é que ela não é tão interessante quanto a sua história, o que fica claro conforme a trama desvela paralelamente os verdadeiros acontecimentos daquela noite fatídica.

A Libby de hoje, é uma mulher derrotada e solitária. Aceita um punhado de dólares para contar sua história a um grupo de investigadores amadores que reviram arquivos policiais em busca de evidências que podem ter passado despercebidas. E assim ela é convencida de que seu irmão mais velho, Ben, que cumpre pena há 28 anos pelo assassinato da família, pode ser inocente.

Foi o depoimento da própria Libby, turvado pelo impacto da tragédia e pela tensão do comportamento do irmão à época, que ajudou a condenar Ben. Ao reviver os dias que antecederam o crime, Libby leva o espectador a remontar com ela o quebra-cabeças.

Destaque para a atriz  Christina Hendricks, que vive a mãe de Libby, numa atuação bonita e triste ela mostra que não precisa ser sempre a mulher fatal para se destacar em cena.

“Charlize Theron e Chloë Moretz elevam a qualidade do material, transformando esta história um pouco forçada em algo verossímil e agradável. […] O público que gosta de histórias com reviravoltas e revelações surpreendentes vai apreciar.” Screen International

131964

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s