PROMESSAS DE GUERRA

Na Primeira Guerra Mundial durante a Batalha de Galípoli na Turquia, seus 3 fihos foram dados como mortos, mas na falta de provas, Joshua viaja à Turquia para encontrar os restos mortais deles. Nesse caminho, Joshua se envolve com Ayshe, dona do hotel onde está hospedado que o ajuda a nesta busca, além disso, ele conta com a ajuda de um policial turco na busca pelos três rapazes.

O filme marca a estreia de Russell Crowe na direção de um longa-metragem. A produção venceu os prêmios de Melhor Filme, Ator Coadjuvante (Yilmaz Erdogan) e Figurino, da Academia Australiana de Cinema e Artes Televisivas (AACTA), considerado o Oscar do cinema australiano.

Ora, a composição minimalista do ator é louvável: ele apresenta um homem sem grandes habilidades, munido pelo evidente amor paterno, mas desistindo várias vezes durante a jornada. O protagonista prossegue apenas por encontrar um número considerável de pessoas dispostas a ajudá-lo – prova da generosidade deste retrato pós-guerra. Ao mesmo tempo, Joshua sai de uma guerra para entrar em outra, sem saber muito bem o porquê, nem como fugir. Promessas de Guerra sustenta a tese de que a guerra é algo essencialmente artificial e absurdo.

“Uma aventura sólida e empolgante com humor e um improvável interesse romântico. Uma busca veloz com toques de Indiana Jones e um pouco de Lawrence da Arábia.” Screen International

download

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s