SNIPER AMERICANO

Sniper Americano é um filme que vem levantando polêmicas desde sua estreia nos Estados Unidos. O longa foi um sucesso imenso de público, faturando mais de US$ 300 milhões só nos EUA. Para terem uma ideia da força do número, este é maior que a bilheteria somada de todos os outros sete indicados a Melhor Filme no Oscar 2015.

O filme tem dois propósitos primordiais: apresentar a guerra no Oriente Médio e celebrar um herói. O franco-atirador Chris Kyle realmente existiu e é propagandeado como o mais letal da história dos Estados Unidos. Em quatro passeios pelo Iraque, eliminou 160 inimigos. É uma conta modesta: especula-se que o número de vítimas supere 200.

No limite, “Sniper Americano” sai-se bem em ambos os objetivos, ainda que sem honras civis ou militares: Clint Eastwood sabe filmar (preste atenção na cena do conflito durante uma tempestade de areia), sabe ordenar uma narrativa para criar tensão e, sobretudo, sabe jogar para a torcida e ganhar a adesão do espectador.

“Sniper Americano comprova o ditado “nunca subestime um autor” […] Abrindo com um momento de suspense brutal e decisivo para o seu personagem-título, Chris Kyle, o filme estabelece sobre o que será – e o que não será – de forma simples, mas quase de tirar o fôlego.” Chicago Sun-Times

ooy5M7QXEWVpOTAZIRGMskBQbQ9

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s