SÉTIMO

Sétimo pode não ser uma tragédia, mas também está bem longe de ser uma grande produção cinematográfica.

O diretor Patxi Amezcua investe num thriller eficiente, que consegue manter o clima de tensão. O fato de contar com apenas 88 minutos de duração ajuda muito neste quesito. Mas a obra é repleta de furos no roteiro escrito por Amezcua e Alejo Flah.

Darín, ótimo como sempre, interpreta Sebastián, um advogado que está trabalhando em um importante caso de corrupção na Argentina. Ele também acaba de se divorciar de Delia, que quer se mudar para a Espanha com os filhos do casal, para desespero dele. Determinado dia, Sebastián apanha as crianças para levar na escola. Após uma brincadeira comum e aparentemente sem grandes consequências, as crianças acabam sumindo no próprio prédio em que vivem com a mãe. O porteiro garante que eles não saíram para a rua, mas ninguém sabe onde elas estão. Neste ambiente é que se desenrola toda a trama.

A montagem de Lucas Nolla é fundamental para a construção do clima, assim como a fotografia de Lucio Bonelli. Por sua vez, a trilha sonora de Roque Baños se torna cansativa por ser quase que permanente durante toda a película.

“Sétimo é um thriller dinâmico que, mesmo ambientado na maior parte do tempo em um único ambiente (um prédio), é suficientemente ágil para levar o espectador a se envolver na lógica de seus momentos individuais sem ter tempo para refletir exatamente sobre o que está vendo”. Cinema em Cena

o_setimo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s