O HOBBIT: A DESOLAÇÃO DE SMAUG

Se em “Uma Jornada Inesperada” tínhamos orcs como principais inimigos, agora a coisa esquentou. Finalmente nos deparamos com o tal Smaug do título, um dragão imponente e ameaçador, que ganha ares aterrorizantes graças ao excelente trabalho de dublagem do ótimo Benedict Cumberbatch.

O encontro entre Bilbo e Smaug é revelador e o grande momento da produção, assim como havia sido o encontro entre Bilbo e Gollum no primeiro. O diálogo entre os dois é interessante, inteligente e nunca seguro, uma vez que o jovem hobbit está numa situação de inferioridade física clara.

“Achei tudo tecnicamente brilhante e ao contrário do primeiro filme mergulhei nas imagens, na exemplar direção de arte e agora já aguardo com ansiedade o próximo e suponho último capítulo previsto para o ano que vem”. Rubens Ewald Filho

MV5BMzU0NDY0NDEzNV5BMl5BanBnXkFtZTgwOTIxNDU1MDE@._V1_SX640_SY720_

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s