JOBS

Não é um filme, é a atual história da revolução da humanidade.

Kutcher se esforça, tenta repetir gestos e poses de Steve, mas lhe falta talento dramático para as cenas mais tensas. Tirando isso o filme tenta mostrar a história de Steve Jobs em sua época de faculdade e o início da Apple. O maior mérito da produção está em não esconder o lado ruim de Jobs, ao retratar a forma como ele passava por cima das pessoas e não se deixava envolver por relacionamentos amorosos e de amizade. Não ignora seu lado visionário, mas também deixa claro que não foi a única pessoa responsável pela criação da companhia.

Mesmo sem ser um filme perfeito, a história por trás dessa figura é tão cativante (a parte profissional) que consegue contagiar qualquer falta de qualidade impressa na obra. Mais uma vez, não que o filme seja ruim. É difícil não recomendar Jobs sabendo o que temos atualmente em cartaz nos cinemas. Cinepop

jobs_1

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s