O LUGAR ONDE TUDO TERMINA

Tudo começa quando o motoqueiro, Luke (o sempre talentoso Ryan Gosling) , que trabalha no globo da morte de um circo itinerante, descobre que um caso de um ano atrás resultou em um filho que ele, até então, desconhecia. Impulsionado pelo senso de responsabilidade por ser pai, ele larga o emprego e busca algum meio de conseguir manter Romina (Eva Mendes) e a criança. Problema nº 1: ela vive com outro cara, que topou assumir a paternidade da criança. Problema nº 2: ele não consegue emprego. A saída? Assaltar bancos.

Só que tudo isto, acredite, se resume a apenas um terço do filme. É quando Avery Cross (Bradley Cooper) enfim entra em cena, com já quase uma hora de história, que tudo muda.

O policial Avery Cross torna-se protagonista, estrelando pouco mais da metade da história, e consegue manter o pique graças à atualidade da trama por ele estrelada – por mais que o palco seja os Estados Unidos, corrupção na polícia é universal. O problema maior acontece no terceiro ato do longa-metragem, quando a história foca as consequências dos atos de Luke e Avery até então.

Ainda assim, trata-se de um filme com um roteiro bem amarrado que agrada. Destaque para as atuações de Eva Mendes, surpreendente em um papel bastante sofrido, e também de Ben Mendelsohn, o mentor de Luke.

O-Lugar-Onde-Tudo-Termina-2012-The-Place-Beyond-the-Pines-520X300

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s