LUNAR

Creio eu que atuar sozinho ou consigo mesmo não deve ser algo muito fácil, e isso Sam Rockwell (Sam Bell no longa), fez excepecionalmente bem, nos trouxe de início um personagem cansado, desanimado da vida e da solidão de trabalhar numa missão super especial em outro planeta… exato, ele está na lua!

Numa estação que visa extrair do solo uma substância que fornece uma energia menos predatória e mais renovável do que a atualmente usada na terra. Após um acidente ele encontra um clone de si mesmo e descobre algumas coisas sobre seu trabalho que pertuba a todos, inclusive seu suposto clone.

Com ritmo cadenciado, direção segura e um roteiro bem escrito o filme cumpre seu papel e não deixa nada a desejar no gênero Sci-Fi, mesmo tendo o foco mais dramático do que cientifico.

images

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s