UM BOM PARTIDO

Para curar a arrogância de um homem rico, nada como um bom banho de humildade, fazendo-o perder tudo o que tem para se reconstruir novamente. É a velha ideologia da pobreza como forma de pureza.

O roteiro se perde um pouco, pois coloca muitas “histórias e possibilidade de escolhas” na vida do protagonista George, o que faz com que nenhuma seja desenrolada de forma correta ao espectador.

Como diz o New York Times , “Às vezes esse filme pende para a farsa, às vezes ele entre na zona das comédias familiares cheias de sorrisos, ou então no dramalhão. Nenhum desses momentos é particularmente convincente ou interessante.”

um_bom_partido_poster_0

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s