E SE VIVÊSSEMOS TODOS JUNTOS?

O diretor e roteirista Stéphane Robelin consegue, com um bom filme, acabar com certos preconceitos que envolvem a terceira idade.

Com envolvimento, naturalidade e a experiência do elenco (inclusive sobre os assuntos abordados) consegue tocar o público de todas as idades.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s